Mais uma vez falando de amor

o amor esta no arNos últimos dias tenho assistido a muitos filmes de amor, porque adoro vivenciar situações sociais alheias. Talvez por isso eu tenha uma péssima fama de fofoqueira. Porque tenho o costume de ficar observando situações cotidianas. É uma coisa que traz imenso prazer. Pensando muito na vida nos últimos dias e chegando perto de um ano de separada eu me vejo bem sensível de novo.

Por toda minha vida eu acreditei no amor, acreditei que deixaria cair meus livros e o grande amor da minha vida me ajudaria a juntá-los, e a gente se apaixonaria lindamente para o resto da vida e fim. Mas então me casei, me apaixonei lindamente e o cotidiano não foi um sonho. E quando tudo acabou, pensei que nunca mais ia amar ninguém.E cá estou, sem amar ninguém.

Mas então, estou de novo chorando com filmes sobre casamento, e sonhando com o dia que meus livros cairão no chão e alguém vai me ajudar a recolher. Sinto saudade dessas coisas.

Esse texto não é para moralizar essa coisa toda de paixão e servidão, mas somente para me lembrar que o sangue ainda corre e que tudo é possível, até eu andar  carregando alguns livros!

 

Anúncios

Viver sem romance é possível?

post-wallpaper

Porque viver sem romance é tão chato? Sei que a vida tem um monte de outras prioridades, filhos, ganhar dinheiro, estudar, enfim, viver. Mas sem o tempero de uma paixão, o que fazer? Ter aquele último pensamento destinado para aquela pessoa, ter a expectativa de que vai encontrar, de receber uma ligação. Sorrir no meio do dia lembrando de alguma coisa que a pessoa disse.

Mas até chegar nessa parte,  tem todo um convencimento. Não da parte da pessoa, mas da sua parte. Porque a questão aqui não é a correspondência, mas o romance, a paixonite. É preciso que alguma coisa naquela figura te chame atenção. É preciso surgir uma admiração.

Seus olhos vão brilhar. E não importa se a pessoa é velha, nova, bonita, feia, gorda, magra. Aos seus olhos será sempre linda. E dirá coisas que vão fazer seu coração palpitar. Mesmo que seja uma piada sem graça. E seus pensamentos irão ser ocupados por feições,  você vai copiar o modo da pessoa falar, e vai ler livros que a pessoa recomendar. Porque você quer fazer parte daquele pequeno universo.

Mas só que na verdade, nesse momento não há nada disso. Apenas você, seus discos e livros. E suas próprias idéias a respeito da vida. E suas próprias experiências e dores. E você descobre que tem uma ruga interessante. E descobre um novo livro numa visita à livraria. E conhece novas pessoas numa festa, e percebe que existem novas idéias, e novos lugares. Descobre que gosta de um sabor diferente, prova novas coisas. E se olha no espelho e tem dias que está um horror. Acorda triste. E dias que acorda bem e está linda.

A vida sem um romance não é tão ruim. Mas não tem aquele calor de pensamento no final do dia. E sim uma oração agradecendo tudo!

Vamos Combater as pequenas corrupções

12507499_1074634292580636_2879148617463964285_n.png

Para quem é brasileiro, mais objetivamente, carioca, é muito difícil se livrar do “jeitinho brasileiro”. Mas o Jeitinho Brasileiro é o micro das grandes corrupções. É na verdade onde tudo começa.

O racismo, a falta de respeito com o próximo, com as mulheres começa no exemplo dentro de nossas casas. Porque a gente acha que criança é surda e muda. Mas ela repete tudo que a gente faz, repete tudo o que a gente fala, e nós vamos crescendo assim, vendo nossos amigos, os adultos que nos cercam, vendo tudo o que a sociedade (família) faz e vai criando uma identidade, um código do que é certo e o que é errado.

Eu mesma tenho dificuldade de parar no sinal vermelho porque antes de aprender a dirigir eu já via os adultos avançarem o sinal e ninguém censurar, ou seja, o grupo, a sociedade que me cercava tomava esse comportamento como normal.

E assim acontece com nossos filhos. Se você fala dentro do seu carro que mulher no trânsito é perigoso, você esta inferiorizando a mulher para seus filhos. Se você apressa o idoso, é porque você demonstra para seus filhos que o idoso não merece respeito.

Os exemplos ruins vão passando de geração em geração e posso assegurar que muitas crianças hoje, não levantam para dar lugar no ônibus, não por falta de educação mas por falta de instrução e orientação, ou seja, desconhecem totalmente a gentileza. E a falta de consideração e amor ao próximo me parece, hoje, ser a causa de tantos grandes problemas. Porque é um rio de desamor que deságua num mar de falta de consideração e desrespeito.

Enfim, eu poderia enumerar vários comportamentos errados que a gente faz e nem percebe que é errado.

A Controladoria Geral da União também faz uma campanha para acabar com as pequenas corrupções. Campanha Diga Não! Lá você pode compartilhar imagens da campanha e conscientizar seus amigos.

 

 

Gentileza é de graça. Não economize!

a-vida-mudaGentileza é uma coisa que ninguém sabe explicar mas quando se vê, todo mundo sabe o que é. E ser pode citar inúmeros exemplos porque hoje em dia, quando se vê, é tão raro que logo chama atenção.

Hoje peguei uma condução e uma passageira ficou de pé, encostada na porta (coisa corriqueira aqui na zona oeste do RJ), mas o motorista resolveu abrir a porta. A moça pediu para que ele avisasse quando fosse abrir, mas o motorista foi extremamente grosseiro e disse pra ela prestar atenção.Nem preciso dizer que a moça desceu da condução e se eu não estivesse atrasada descia também. Muita falta de cortesia. Não custava nada pedir desculpas e ficar mais atento ao próprio trabalho.

Mas agir com gentileza se trata de ter auto controle, ser um degrau acima de quem responde na “lata”, é ter bom gosto e percepção, é ser altruísta o suficiente para pensar em como o outro se sentiria. Existem várias situações onde se pode ser gentil e não somente atravessando idosos, ou cedendo o lugar para uma mãe com um bebê.

Você pode ser gentil com seus pais ajudando nas tarefas. Pode ser gentil com sua amiga evitando falar do seu peso a mais. Você pode não rebater uma ofensa e depois conversar em particular com quem lhe ofendeu, pode enviar flores pra uma pessoa que está se sentindo só, pode visitar uma pessoa que está no hospital, pode cantar para uma criança, pode ouvir um amigo que está com problemas, enfim, eu não saberia enumerar a quantidade de situações onde se pode ser gentil.

Ah, me lembrei, você tem a obrigação de ser gentil no trânsito. Além de evitar acidentes, preserva seu carro e sua família.

Seja gentil com a natureza, recicle seu lixo.

Ser gentil não quer dizer ser bobo, ao contrario, ser gentil é mostrar que você pode elogiar no publico e corrigir no particular, seja com quem for, com seu filho, seu amigo, seu colega de trabalho. Porque o mundo já está muito conturbado e o que precisamos é de ser humanos melhores e não de mais tecnologia.

Olhe nos olhos, levante os olhos do telefone,

Cumprimente,

Agradeça!

Capital humano é o que tem mais valor!

Sobre Doação

Sempre procurei boas coisas na internet, e as boas coisas sempre chegaram até mim. Recebi há algum tempo um convite para um grupo no Facebook de uma amiga que conheci pela internet e se tornou muito querida. Era um grupo de doações de coisas de bebês. Percebi que no fundo era uma imensa troca. Não era um  grupo de pessoas carentes, era um grupo de pessoas como eu, como você, que trabalham fora, tem suas vidas, tem suas dívidas, tem suas compras e coisas normais de todas as famílias que estava ali, se dispondo a dividir o que elas tem e que não usam mais.

Isso me fez pensar no quanto já fui beneficiada na vida e o quanto sou grata por todas essas coisas, essa troca de amor que acontece toda vez que a gente pode entregar uma coisa que a gente não usa mais para uma pessoa que pode usar aquele ítem e depois ele passa para outra pessoa e assim por diante, formando uma corrente de amor entre as pessoas que não tem fim.

Também pensei em como isso é útil na nossa vida, com tanto consumismo, tanto excesso. E dessa forma podemos reduzir, reciclar e reutilizar muitas coisas, porque o que não serve pra mim, serve pra você, ou serve para outra pessoa. E evita o consumo excessivo de coisas,reduzindo os resíduos, aumentando a utilidade e trazendo sempre uma coisa nova para a sua vida sem que necessariamente seja uma coisa recém fabricada.

Algumas pessoas fazem questão de que a troca ou doação seja para uma pessoa carente. Mas o que define carente? Carente é quem carece, quem precisa. Se a pessoa vai usar, está precisando. Se vou doar, vou dar de coração. Cabe a quem fazer a triagem de quem precisa? Cabe ao próprio individuo. Cada um sabe o que precisa, cada um doa o que quer. Cada um dá o que tem. Se eu tenho um copo, eu dou, se tenho amor, eu dou, se tenho mesquinharia, dou também. Tenho visto muitas doações, de todos os tipos.

Percebi nos grupos muita gente querendo doar, muita gente querendo receber mas a distância é um grande empecilho. Então, percebendo essa dificuldade, formei um grupo de doações somente no meu bairro, e dentro da minha disponibilidade, entrego e busco doações, e disponibilizo no grupo para quem quiser ou precisar.

10155888_768641033159543_4605525152133101883_n

Doações Campo Grande RJ

E agindo dentro do meu grupo, conheci um outro que era tudo o que eu pensava, que tinha tudo a ver com a filosofia que envolve as doações: A Feira Grátis da Gratidão!

A feira grátis da Gratidão te por princípio: “Leve tudo que você quiser ou nada, traga o que você quiser ou nada”

Gostaria muito de conseguir organizar uma feira assim aqui no meu bairro, estou amadurecendo essa idéia. Enquanto isso vou fazendo meu trabalho de formiguinha para tornar o círculo de pessoas ao meu redor, mais informadas e melhores, assim como vou melhorando a cada dia.

Doe, seja grato!

Gratidão!

Mãe aos 30 e uns

1925233_659513590753869_1203668324_n

Depois de passado a recuperação do parto, tenho experimentado uma das melhores sensações do mundo: a de ser mãe. Sei que já fui mãe, mas é uma nova sensação de amor, cercada dos outros filhos e do meu marido. Parece que a palavra amor ganha um real sentido. O sentido de família, o sentido de um elo que não se rompe.

Engraçado como as coisas boas se aproximam de nós quando a gente se sente bem. Tenho recebido várias manifestação de afeto de pessoas queridas, tenho encontrado várias pessoas, tem acontecido várias trocas de amor, de idéias, de emoções.

Acho que aos 33 anos posso dizer que cheguei ao ápice da minha felicidade!

1497330_659847314053830_1805226829_n

Quando o amor acontece

Sustenta Criações

Eu me lembro que eu queria sair pra me divertir, só pra provar pra mim mesma que ser solteira é divertido… e realmente é, mas mesmo tendo experiencias anteriores ruins, eu ainda acreditava que ser casada era muito melhor. Daí eu fui pra Lapa, berço da diversão noturna no Rio de Janeiro, e lá estava eu, sem nenhuma preocupação quando ele entra pela porta e me chamou atenção. Não porque fosse espalhafatoso, ou estranho, mas pelo seu charme extremamente discreto. Mas foi só isso, e eu continuei com minha despreocupação total.

Abre aspas para ‘despreocupação total’ no meu caso que quer dizer pagar mico como se nao houvesse amanhã!

E com meu jeito totalmente singelo grosseiro de ser, dei várias cortadas mesmo sem ter tido nenhuma investida e no final das contas acabo dando carona para todo aquele charme extremamente discreto. Papo vai papo vem, acabo sendo vencida pelo medo de me envolver, mas depois que o dia nasce, invisto sério em um contato e nesse contato posso garantir que foi no momento do primeiro beijo que eu disse sim!

Mas já estava traçado, disse o sim oficialmente 10 dias depois, mesmo já estando casada. Porque cruzei a barreira da mudança de status assim que o conheci. Eu até gostei de ser solteira, mas ser casada é um mundo de pequenas felicidades, que cresce a cada dia, formando em nós uma felicidade plena!

Não sem problemas, mas nem por isso com menos amor!

Hoje, faço 1 ano de casada!