Como fazer uma prateleira de caixote

 

20151207_142957É tão simples que chega a ser bobo.

Você vai precisar de:

  • 1 furadeira
  • Tinta pva
  • preguinhos
  • lixa
  • Pincel
  • Cola
  • Martelo

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Recolha na feira aquele caixote de madeira que você achou o máximo, no caso da foto foi feito com aquele que vem com fruta do conde.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Lixe o caixote e pregue as ripas que são usadas como tampa da caixa, de forma que fique uma prateleira . Você pode utilizara cola para auxiliar na fixação. Use a furadeira e faça os furos de fixação.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Pinte e decore a seu gosto! Pronto!

 

 

 

Anúncios

Como organizar seu banheiro com pouca grana

Imagens DanielaPara organizar seu banheiro de forma bem baratinha você pode utilizar-se de copos plásticos, daqueles de plastico rígido e colocá-los nos cantinhos para organizar escovas de dentes e pentes. O primeiro passo é colocar bucha e parafuso onde você vai colocar o seu copinho-suporte. Depois você pega um parafuso e um alicate e aquece o parafuso (cuidado para não se queimar com os pingos de plastico, e nem na boca do fogão). Segure o parafuso firmemente com o alicate e fure o fundo do copo para que não retenha líquido e fique com o fundo preto.

IMG_20140426_111740IMG_20140426_112038IMG_20140426_112023

 

 

 

Depois lixe as rebarbas dos furinhos para deixar um acabamento bonito. Não esqueça de furar também na lateral do copo para poder pregar na parede.

IMG_20140426_111747

Depois coloque na parede e pronto! Tudo à mão e bem organizadinho!

IMG_20140426_111854  IMG_20140426_111911  IMG_20140426_111903

Aprendendo a cozinhar

Depois de 3 anos de casada, posso reconhecer que durante esse tempo, o desafio de cozinhar não me parece assim tão difícil. Depois que você conhece os princípios básicos da coisa nada te parece tão complicado. Um dos meus maiores erros na cozinha inicialmente e algumas vezes ainda repito, é queimar a comida. O fato de ficar vigiando o preparo ainda me incomoda. Mas tenho me esforçado.

Começo agora a experimentar novas receitas. Sim, porque já estou ficando craque no trivial e comer a própria comida ao longo do tempo pode ficar chato demais. Uma das piores coisas de comer a própria comida é o fato de engordar, o que tem manifestado em mim a olhos vistos já que adquiri 10kg ao longo desses 3 anos.

Downloads Dani1Cá estão duas receitas que aprendi há pouco tempo e tenho feito sucesso aqui em casa. Nhoque de Batata: Peguei a receita no site tudo gostoso. E é simples de tudo: Cozinha a batata, amassa e coloca sal, ovo e farinha de trigo, corta a massinha e põe para cozinhar, quando boiar vc tira e serve com molho. Meu molho da foto é molho branco.

Downloads DaniAgora, um legume que tem sido preferência de compra é a abobrinha. A abobrinha pode ser mega versátil. Você pode preparar com carne moída, arroz, sozinha, e até com macarrão. Então, eu vi a receita também no Tudo Gostoso, que na minha opinião é um dos melhores sites de receitas para quem está começando a cozinhar, e me aventurei em mais um prato gostoso e nutritivo para minha família, que por sinal, tem que comer tudo que eu faço porque não tem opção. (risos)

E agora, tá aí o resultado!

Sobre Doação

Sempre procurei boas coisas na internet, e as boas coisas sempre chegaram até mim. Recebi há algum tempo um convite para um grupo no Facebook de uma amiga que conheci pela internet e se tornou muito querida. Era um grupo de doações de coisas de bebês. Percebi que no fundo era uma imensa troca. Não era um  grupo de pessoas carentes, era um grupo de pessoas como eu, como você, que trabalham fora, tem suas vidas, tem suas dívidas, tem suas compras e coisas normais de todas as famílias que estava ali, se dispondo a dividir o que elas tem e que não usam mais.

Isso me fez pensar no quanto já fui beneficiada na vida e o quanto sou grata por todas essas coisas, essa troca de amor que acontece toda vez que a gente pode entregar uma coisa que a gente não usa mais para uma pessoa que pode usar aquele ítem e depois ele passa para outra pessoa e assim por diante, formando uma corrente de amor entre as pessoas que não tem fim.

Também pensei em como isso é útil na nossa vida, com tanto consumismo, tanto excesso. E dessa forma podemos reduzir, reciclar e reutilizar muitas coisas, porque o que não serve pra mim, serve pra você, ou serve para outra pessoa. E evita o consumo excessivo de coisas,reduzindo os resíduos, aumentando a utilidade e trazendo sempre uma coisa nova para a sua vida sem que necessariamente seja uma coisa recém fabricada.

Algumas pessoas fazem questão de que a troca ou doação seja para uma pessoa carente. Mas o que define carente? Carente é quem carece, quem precisa. Se a pessoa vai usar, está precisando. Se vou doar, vou dar de coração. Cabe a quem fazer a triagem de quem precisa? Cabe ao próprio individuo. Cada um sabe o que precisa, cada um doa o que quer. Cada um dá o que tem. Se eu tenho um copo, eu dou, se tenho amor, eu dou, se tenho mesquinharia, dou também. Tenho visto muitas doações, de todos os tipos.

Percebi nos grupos muita gente querendo doar, muita gente querendo receber mas a distância é um grande empecilho. Então, percebendo essa dificuldade, formei um grupo de doações somente no meu bairro, e dentro da minha disponibilidade, entrego e busco doações, e disponibilizo no grupo para quem quiser ou precisar.

10155888_768641033159543_4605525152133101883_n

Doações Campo Grande RJ

E agindo dentro do meu grupo, conheci um outro que era tudo o que eu pensava, que tinha tudo a ver com a filosofia que envolve as doações: A Feira Grátis da Gratidão!

A feira grátis da Gratidão te por princípio: “Leve tudo que você quiser ou nada, traga o que você quiser ou nada”

Gostaria muito de conseguir organizar uma feira assim aqui no meu bairro, estou amadurecendo essa idéia. Enquanto isso vou fazendo meu trabalho de formiguinha para tornar o círculo de pessoas ao meu redor, mais informadas e melhores, assim como vou melhorando a cada dia.

Doe, seja grato!

Gratidão!

Violência entre torcidas – Flamengo e Vasco

CAPA TIMES VASCO X FLA

Lamentável a quantidade de notícias sobre violência gratuita entre torcedores de vasco e flamengo por toda a cidade no dia de ontem. Não consigo entender porque o amor a uma bandeira pode trazer tanto ódio. Essa violência gratuita que, definitivamente, não tem explicação.

A finalidade do esporte é a competitividade e o desporto. E, copiando palavras de uma amiga, acho que ao invés de estádios deveria-se construir coliseus, tanto para os jogadores quanto para as torcidas. Porque esse tipo de comportamento beira o animalesco. Não consigo compreender esse tipo de adversidade que não respeita opiniões a ponto de assassinar quem pensa diferente ou que defende outra bandeira. É uma falta de respeito pela vida, pelo alheio, por tudo.

Esse tipo de comportamento começa a aproximar o homem do animal, porque me parece que o indivíduo está perdendo a capacidade de pensar.

O esporte inicialmente tem a finalidade de interação social, é utilizado hoje tanto para socializar e disciplinar crianças como para divertir a massa. Porque uma mesma atividade consegue gerar sentimentos tão opostos? Minha simplória visão da sociedade não me permite compreender tamanha discrepância de sentimentos por uma mesma atividade.

Às portas da Copa do Mundo, que é uma das maiores confraternizações entre as nações, esse tipo de comportamento relamente me choca. E finalizo como comecei: Lamentável

Testemunha Ocular

Essa não tem legenda. Só vendo mesmo. É uma pérola do jornalismo!