CLT ou MEI – Para o Trabalhador, o que é vantagem?

images

Primeiramente é preciso levar em conta o ramo de atuação do profissional, e  saber a média de salário que normalmente ganha e que é possível ganhar. Profissionais que trabalham por conta própria e tem ganhos superiores a R$3mil até R%5mil por mês talvez não vejam problemas em trabalhar como MEI. Visto que dá pra viver dignamente, pagar seus impostos e se fizer economia, viajar de férias no fim do ano.

Mas para um trabalhador comum, que ganha no máximo R$2mil, é totalmente fora da realidade ser contratado como MEI.

A CLT (apesar da reforma trabalhista) ainda assegura, vinculo empregatício, férias, 13°, FGTS, entre outros benefícios para o empregador, como contagem no tempo de aposentadoria.

Quando você é contratado como PJ, ou no sistema de MEI como dizem: Não há vinculo, os pagamentos são assegurados por contrato assinado, e normalmente tem a vantagem de flexibilização de horário, mas é o trabalhador que precisa manter em dia seus impostos e não há ferias.

Basicamente é isso. Então, se você é um Micro empreendedor de sucesso, vá adiante com seus sonhos, mas se o patrão quer te admitir com um salário R$500 a mais, só pra que você não tenha direitos trabalhistas, pense bem.

Anúncios

Curadoria de Brechó – O que é?

Eu comecei a trabalhar com Brechó em 2014 e não tinha idéia de que já comecei a realizar curadoria.

Pelo Instagram, essa semana, esse assunto entrou em discussão.

Curadoria na sua etimologia, vem de administrar, ter cuidado, zelar. Curadores, são pessoas que cuidam de determinada coisa ou pessoa, administrando, e conservando, sempre mantendo o bem de maneira admirável.

E curadoria de brechó, envolve tudo isso. Quando você adquire um produto, que foi tutelado por uma curadoria, pode ter certeza, que essa peça foi higienizada, reparada, talvez costumizada, e armazenada em segurança.

Então, a diferença de comprar peças de segunda mão em um bazar de caridade, em um brechó de segunda mão, ou em um brechó com curadoria, é exatamente a conservação, a qualidade das peças a serem adquiridas. Isso garante que você estará adquirindo um produto de boa qualidade e bem conservado.

Mas se mesmo assim, você pense que esse cuidado, e zelo não vale a pena, você pode ainda, dar um Google, e comparar o preço cobrado, com o valor da peça na loja. Assim vai poder saber se o valor que está sendo cobrado, é um valor justo. (E sempre é um preço justo mesmo).

Além de dar ao cliente, a segurança de adquirir uma peça em perfeito estado, curadoria dá trabalho. Trabalho esse que deve ser recompensado, reconhecido e valorizado.

Agora que você sabe o que é um brechó com curadoria, escolha um que tenha peças que você se identifique ou visite http://www.instagram.com/brechodanielaferpe e conheça nossas peças.

Tempos reais de solidariedade

Eu tenho hábito de dizer, que temos que ter o olhar treinado para ver o bem. Assim como fazemos quando queremos comprar alguma coisa, que a gente vê por todo canto.

Muito ao contrário do que as pessoas reproduziram de outubro pra cá, o mundo em geral está muito mais humano, mais gentil, mais solidário. É só treinar os olhos para ver.

Existem muitos anônimos, pessoas como eu e você, fazendo a diferença na vida de pessoas como eu e você, cotidianamente.

Muito ao contrário do que o Presidente do país mostrou em seu twitter, eu vi nas ruas, neste carnaval, uma enorme ausência de assédio, uma enorme consciência com as pessoas alcoolizadas, uma grande solidariedade.

Apesar de assistir várias pessoas se inflamando pelas redes sociais, se agredindo, destilando ódio. Nas ruas, na vida real, fora das redes, eu consigo ver amor, solidariedade, amor ao próximo.

Muitas pessoas no Twitter compartilhando que encontraram carteira, documentos, celulares e queriam encontrar o dono.

Sei que não é uma regra. Mas percebo uma grande ajuda mútua nesses tempos de grande dificuldade. E isso, eu não percebia na época que o povo gozava das benesses do Governo Lula e viajavam, compravam, e tinham bons empregos. Naquela época as pessoas eram indiferentes. Mas agora, que a dificuldade chegou para todos, sinto uma onda de amor geral.

Portanto, amigos. Não voltem seus olhos para as violências, faladas, escritas ou visuais. A gente já sabe como o mundo é cruel. Treinem seus olhos para ver amor, união e solidariedade. Ajude seu vizinho, seu amigo, ou um desconhecido. Por mais que você tenha pouco, todo mundo tem alguma coisa pra doar, mesmo que seja seu tempo pra ouvir alguém.

E se eu passar batido de uma oportunidade de ajudar, que meus olhos treinados me lembrem que é muito bom acordar todos os dias e esperar uma oportunidade pra fazer a diferença na vida de alguém positivamente. Amem!