Você conhece a história do Brechó?

Origem da palavra brechó: “No século 19, um mascate chamado Belchior ficou conhecido no Rio de Janeiro por vender roupas e objetos de segunda mão. Com o tempo o nome se transformou por corruptela em “brechó”, que acabou sendo traduzido por ‘segunda mão’”.

Dizem que os brechós têm sua origem nos mercados de pulgas da Europa, onde se podia comprar e vender praticamente tudo. As feiras aconteciam ao ar livre e como as peças eram usadas e não havia lá muita preocupação com a higiene, animais como pulgas não eram incomuns, daí a origem do nome “mercado de pulgas”.

As primeiras lojas de segunda mão no mundo surgiram no século 19 e se tornaram populares com as crises produzidas pela 1ª e 2ª guerras mundiais, principalmente através da Cruz Vermelha com a venda de produtos doados a preços bem acessíveis. Desde então, não perderam mais o seu apelo, fosse para ajudar os pobres, ou como um negócio para vender produtos a baixo custo.

No Brasil, a origem da palavra “brechó” é bem peculiar. Também no século 19, no Rio de Janeiro, surgiu uma loja de artigos usados chamada Casa do Belchior. A crescente popularidade do local fez com que o nome Belchior fosse associado a estabelecimentos que vendiam produtos usados e antigos (até Machado de Assis usou a expressão “loja de belchior” em um de seus contos). Com o passar do tempo a palavra sofreu um processo de mudança e se adaptou a “brechó”, dando origem ao novo termo.

o entanto, a ideia por trás das lojas de segunda mão não é mais a mesma. Elas evoluíram e hoje não só produtos usados podem ser vendidos, mas peças novas também são bem-vindas. Os cuidados são maiores com a qualidade e limpeza das peças, surgiram os brechós online e, em relação a alguns artigos, preços e valores também mudaram. Para cima.

Hoje os brechós são os grandes queridinhos da moda. Há uma enorme valorização das peças antigas no universo fashion, assim como nas artes e no design, com a entrada de roupas, sapatos, bolsas e acessórios datados, de grifes famosas. Essa é outra novidade dos brechós, e se chama vintage. É vintage, por exemplo, um vestido assinado por Yves Saint Laurent, uma carteira Gucci, uma bolsa Channel. E por aí vai. Isso é brechó!

Anúncios