Bodas de Plumas

E então eu me casei!

Não casei com pompa e circunstância como manda o figurino, mas me casei da melhor forma possível: me casei de alma.

Aconteceu igual eu tinha imaginado a vida inteira, eu virei uma esquina e encontrei o amor da minha vida.  A vida inteira, desde que eu era menina, eu sempre sonhei com o meu casamento, com o meu príncipe, com a minha própria família. Nós nos apaixonamos mutuamente assim como eu tinha sonhado a minha vida inteira. E foi meu primeiro ato inconsequente que deu certo: Em 10 dias fomos morar na mesma casa, unindo nossas famílias.

Filha de um lar desfeito cedo, sempre idealizei um lar perfeito, com mesa posta de manhã, casa cheia e muitos passeios de mãos dadas. Hoje posso experimentar todos os dias dessa rotina e me divertir com as perguntas dos meus filhos. Porque essa foi a melhor parte: meu marido já tem 3 filhos. E a maioria mora conosco. E os que não moram, vêm nas férias e a casa fica cheia. Na verdade a nossa casa está cheia todos os dias: cheia de amor!

Se eu imaginava que todo o romantismo e respeito de uma relação só acontecia em filmes e novelas da Rede Globo, agora tenho certeza de que: para existir tudo isso, basta que o cuidado seja recíproco.

Pluma-azulHoje, eu comemoro 6 meses de casada, e então comemoro minhas bodas de pluma. E é assim que me sinto: leve como uma pluma! Porque mesmo com quaisquer adversidade que passamos e poderemos passar, o nosso amor sustenta todo o peso, e nos eleva acima de nossos sonhos!

Nosfa: Te amo!

Anúncios

Um pensamento sobre “Bodas de Plumas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s