O que fazer quando o relacionamento acaba

Todo fim é triste, isso é fato! Mas isso não quer dizer que seja preciso arrastar corrente para o resto da sua existência.

Quando estamos em um relacionamento sério, as próprias circunstâncias diárias acabam nos afastando dos nossos mais queridos amigos e acabamos por viver experiências somente com nosso par. É a doce vivência de estar em uma eterna lua-de-mel. Lindo isso. Mas tudo que é bom dura o suficiente para não se tornar insuportável, e enquanto somos jovens podemos nos dar a oportunidade de começar e recomeçar quantas vezes forem necessárias. E não importa se foi você quem terminou ou se você simplesmente foi execrado da vida de alguém, o recomeçar é para ambos.

Nosso primeiro reflexo quando estamos sós é cair na balada. Mas eu te digo que isso é a mais pura furada. Não é proibido, mas há uma grande possibilidade de você se jogar nos braços de qualquer um só para descontar suas frustrações. Isso não é nada honesto, nem com você nem com o outro. O melhor de tudo é você escolher um ou dois amigos para aliviar a tensão inicial e colocar tudo pra fora. Depois que vc falar, falar e falar, tudo vai parecer menor. Comece a fazer caminhadas. Nada como refletir para iniciar novos projetos. Comece a colocar em prática tudo o que adiou por estar com outra pessoa: uma viagem, um curso, um novo trabalho.

Quando a gente está triste e com a auto estima baixa, acha que nunca mais vai acontecer nada fenomenal na nossa vida, mas isso é totalmente falso.   Para que alguma coisa muito legal comece a acontecer na nossa vida é preciso permitir-se. E o que é permitir-se? Comece a frequentar lugares que sempre quis ir, corra de grupos, prefira um ou dois amigos ou amigas de fé para lhe acompanhar, vá ao cinema, mas evite filmes que te lembrem o passado, vá à praia, enfeite-se. Compre roupas novas, e se a grana não estiver pra novidades, recicle as antigas, comece a usar aquelas roupas que estavam esquecidas no fundo do armário. Arrume seu armário, jogue coisas fora, doe. Quando a gente se sente por baixo nada é melhor do que doar-se. Procure um grupo de caridade, ensine alguma coisa a alguém, aprenda tricô, ou um jogo novo, ou um instrumento ou uma nova língua. Se nada disso adiantar faça um curso. De qualquer coisa, pouco importa hoje o que você aprenda, conhecimento não ocupa lugar e é uma ótima forma de conhecer pessoas novas. Um dia todo esse novo conhecimento vai fazer toda a diferença. Faça as unhas no salão, e isso vale para homens e mulheres, sempre tem alguém por aí com algum tema interessante para conversar.

Nessa fase os dias realmente passam lentos, mas um dia você vai acordar e se dar conta de que o seu último relacionamento ficou para trás e que você está pronta para outra. Porque a vida é isso, um eterno recomeçar. A gente se decepciona e se surpreende e depois se surpreende e se decepciona, mas é isso que nos faz melhores, mais seletivos. É isso que nos transforma numa pessoa melhor, na pessoa que seremos quando encontrarmos a pessoa ideal, aquela que vai nos completar e fazer valer a pena todas essas atribulações iniciais da vida. Salut!

Para ouvir:

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s