CLT ou MEI – Para o Trabalhador, o que é vantagem?

images

Primeiramente é preciso levar em conta o ramo de atuação do profissional, e  saber a média de salário que normalmente ganha e que é possível ganhar. Profissionais que trabalham por conta própria e tem ganhos superiores a R$3mil até R%5mil por mês talvez não vejam problemas em trabalhar como MEI. Visto que dá pra viver dignamente, pagar seus impostos e se fizer economia, viajar de férias no fim do ano.

Mas para um trabalhador comum, que ganha no máximo R$2mil, é totalmente fora da realidade ser contratado como MEI.

A CLT (apesar da reforma trabalhista) ainda assegura, vinculo empregatício, férias, 13°, FGTS, entre outros benefícios para o empregador, como contagem no tempo de aposentadoria.

Quando você é contratado como PJ, ou no sistema de MEI como dizem: Não há vinculo, os pagamentos são assegurados por contrato assinado, e normalmente tem a vantagem de flexibilização de horário, mas é o trabalhador que precisa manter em dia seus impostos e não há ferias.

Basicamente é isso. Então, se você é um Micro empreendedor de sucesso, vá adiante com seus sonhos, mas se o patrão quer te admitir com um salário R$500 a mais, só pra que você não tenha direitos trabalhistas, pense bem.

Anúncios

Curadoria de Brechó – O que é?

Eu comecei a trabalhar com Brechó em 2014 e não tinha idéia de que já comecei a realizar curadoria.

Pelo Instagram, essa semana, esse assunto entrou em discussão.

Curadoria na sua etimologia, vem de administrar, ter cuidado, zelar. Curadores, são pessoas que cuidam de determinada coisa ou pessoa, administrando, e conservando, sempre mantendo o bem de maneira admirável.

E curadoria de brechó, envolve tudo isso. Quando você adquire um produto, que foi tutelado por uma curadoria, pode ter certeza, que essa peça foi higienizada, reparada, talvez costumizada, e armazenada em segurança.

Então, a diferença de comprar peças de segunda mão em um bazar de caridade, em um brechó de segunda mão, ou em um brechó com curadoria, é exatamente a conservação, a qualidade das peças a serem adquiridas. Isso garante que você estará adquirindo um produto de boa qualidade e bem conservado.

Mas se mesmo assim, você pense que esse cuidado, e zelo não vale a pena, você pode ainda, dar um Google, e comparar o preço cobrado, com o valor da peça na loja. Assim vai poder saber se o valor que está sendo cobrado, é um valor justo. (E sempre é um preço justo mesmo).

Além de dar ao cliente, a segurança de adquirir uma peça em perfeito estado, curadoria dá trabalho. Trabalho esse que deve ser recompensado, reconhecido e valorizado.

Agora que você sabe o que é um brechó com curadoria, escolha um que tenha peças que você se identifique ou visite http://www.instagram.com/brechodanielaferpe e conheça nossas peças.

Tempos reais de solidariedade

Eu tenho hábito de dizer, que temos que ter o olhar treinado para ver o bem. Assim como fazemos quando queremos comprar alguma coisa, que a gente vê por todo canto.

Muito ao contrário do que as pessoas reproduziram de outubro pra cá, o mundo em geral está muito mais humano, mais gentil, mais solidário. É só treinar os olhos para ver.

Existem muitos anônimos, pessoas como eu e você, fazendo a diferença na vida de pessoas como eu e você, cotidianamente.

Muito ao contrário do que o Presidente do país mostrou em seu twitter, eu vi nas ruas, neste carnaval, uma enorme ausência de assédio, uma enorme consciência com as pessoas alcoolizadas, uma grande solidariedade.

Apesar de assistir várias pessoas se inflamando pelas redes sociais, se agredindo, destilando ódio. Nas ruas, na vida real, fora das redes, eu consigo ver amor, solidariedade, amor ao próximo.

Muitas pessoas no Twitter compartilhando que encontraram carteira, documentos, celulares e queriam encontrar o dono.

Sei que não é uma regra. Mas percebo uma grande ajuda mútua nesses tempos de grande dificuldade. E isso, eu não percebia na época que o povo gozava das benesses do Governo Lula e viajavam, compravam, e tinham bons empregos. Naquela época as pessoas eram indiferentes. Mas agora, que a dificuldade chegou para todos, sinto uma onda de amor geral.

Portanto, amigos. Não voltem seus olhos para as violências, faladas, escritas ou visuais. A gente já sabe como o mundo é cruel. Treinem seus olhos para ver amor, união e solidariedade. Ajude seu vizinho, seu amigo, ou um desconhecido. Por mais que você tenha pouco, todo mundo tem alguma coisa pra doar, mesmo que seja seu tempo pra ouvir alguém.

E se eu passar batido de uma oportunidade de ajudar, que meus olhos treinados me lembrem que é muito bom acordar todos os dias e esperar uma oportunidade pra fazer a diferença na vida de alguém positivamente. Amem!

Auxiliar administrativo: Personagem primordial das empresas

Há quem pense que qualquer pessoa pode ser um auxiliar administrativo. E te garanto que não. Não com enorme competência.

Nada do que você vai aprender em cursinhos vai te preparar para o que você vai encontrar numa empresa. Os cursinhos podem preparar para a parte técnica mas nada vai te preparar para a parte social de um cargo de auxiliar. Ou seja, a forma de lidar com o chefe, (pois cada um tem sua forma particular de gerir), a forma de lidar com os outros funcionários/setores, ou como lidar com a própria tarefa (pois como é um cargo generalista, podem-se atribuir muitas funções e atividades ao seu trabalho diário).

Se você pensa que é uma profissão menor, desvalorizada, pode até ter razão em relação ao salário. Mas a importância é tamanha e vou te contar o porque.

Em alguns lugares ou empresas, o auxiliar administrativo detém todas as informações: de atendimento ao cliente, de compras, de rh, de fornecedores, contratos, enfim, de quase tudo. Quase tudo passa pelo auxiliar administrativo. E, caso este , venha a faltar, por doença, afastamento ou qualquer outro motivo, a empresa, quanto menor ela seja, fica totalmente perdida.

Assistente-técnico

Então minha dica quanto a isso é: Alimente-se bem, exercite-se sempre que puder, e esteja atento sempre ao trabalho. Passar as informações sempre e deixar tudo sempre bem informado e anotado também é uma boa alternativa.

O Auxiliar administrativo tem mais condições de aprender sobre a empresa e sobre administração geral do que qualquer outro funcionário. Observar, ouvir, aprender são requisitos que você vai precisar muito. Principalmente se quiser ser um gestor um dia.

Falar bem, ler bastante e e escrever corretamente então, é uma coisa que precisa ser natural, já que o auxiliar administrativo sempre é responsável pela redação de e-mails e documentos importantes.

Arquivar tudo no lugar certo e ter uma noção grande de cada coisa em seu lugar o tempo todo é uma característica que esse profissional não pode deixar de ter.

Eu me apaixonei por ser auxiliar administrativo por conta da organização e da importância que esse cargo tem, mesmo sabendo que a remuneração nem sempre acompanha a sua importância. Porque a paixão pelo nosso trabalho nem sempre acompanha a remuneração (ajuda, mas não é o essencial). O essencial é você fazer o que gosta com prazer e saber que o que você faz, faz alguma diferença.

 

Minhas experiências Empreendedoras

empreender-crise

Este texto é para você que quer conhecer uma trajetória de quem se esforçou para empreender e está tentando voltar ao mercado de trabalho. Mas sem perder o foco empreendedor.

Comecei a empreender em 2012. Quando saí de um emprego muito legal mas com contrato curto. Recebi ideias de empreender do meu marido (na época) e embarquei com ele num sonho que na verdade era dele.

  • Tentativa 1: Abri um bar/restaurante.
  • Acertos: Escolhemos uma ótima localidade, acertamos na temática, nos pratos, bebidas.
  • Erros: Não tínhamos capital de giro, o que ganhávamos tinha que girar o bar e nos sustentar. Não previmos área externa e perdemos muitos clientes em dias de chuva e frio, alguns dias deixamos de abrir pois não tínhamos funcionários e tínhamos filhos pequenos.
  • Resultado: Fechamos em um ano, vendemos o ponto a preço de banana
  • Tempo do negócio: 1 ano

Então fiquei com medo. Descobri que estava grávida e parei para estar somente grávida e com problemas. Mas precisava sair do buraco que me encontrava e como o bebe já tinha nascido há um tempo, e estava sem nada, cavei um pouco o funco do poço e voltei pra casa dos meus pais com  meus filhos. Agora eram dois.

  • Tentativa 2: Abri um Brechó
  • Acertos: Encontrei ótimos fornecedores, a margem de lucro é ótima, realizei muitas feiras, marketing perfeito, e-commerce, comecei a fazer cursos na área, finanças, controle de estoque, impostos, tudo dentro dos conformes.
  • Erros: Não tinha espaço físico adequado, não tinha local apropriado para armazenamento de peças, fiquei sem carro para realizar feiras.
  • Resultado: Guardei todo meu material logístico, me desfiz do estoque, preferi esperar uma outra oportunidade para quando eu tiver um espaço físico adequado.
  • Tempo do negócio: 4 anos

Diante desse impasse logístico, decidi fazer um curso de costura e abrir um ateliê de costura voltado para decoração de mesa.

  • Tentativa 3: Aproveitei que tenho à minha disposição máquinas de costura e me matriculei num curso de costureira. Atividade que exerço por ofício desde a infância. Escolhi um nicho de trabalho durante algum tempo e montei um ateliê de peças para mesa (tableware), investi uma verba inicial que acumulei do outro negócio e fabriquei umas peças para começar.
  • Acertos: escolhi um bom nicho de trabalho, fabriquei peças de ótimo gosto, com boas estampas e bom acabamento. O negócio é 100% e-commerce, o que me permite uma liberdade grande. Peças pronta entrega, ao qual fabrico nos fins de semana e compras feitas aos sábados, ainda me sobra a semana livre.
  • Erros: ainda estou esperando as vendas crescerem, o retorno é muito mais lento do que o esperado, estou ainda tentando outras formas de divulgação. Como ainda estou começando e não posso ficar sem renda, estou procurando emprego novamente.
  • Tempo de negócio: 3 meses

Espero que as minhas experiências ajudem você que está empreendendo a retirar dados para o seu empreendimento. Qualquer dúvida ou informação que você queira saber sobre as áreas que atuei, você pode comentar que eu respondo, ou pode mandar um e-mail para danielaferpe@gmail.com.

 

O quanto você aprende diariamente?

Estava aqui pensando nos meus botões, em como a gente vai aprendendo com a vida.

Tenho refletido nas minhas próprias atitudes e vendo que preciso consertar muita coisa. Há alguns anos atrás, eu era machista, preconceituosa, obtusa em várias idéias.

Mas com o tempo eu fui conhecendo outros argumentos e fui me concertando, mudando a perspectiva das coisas. Criando meu “Ferpismo” como costumo dizer.

As pessoas ao meu redor me mostram todos os dias, como eu quero ser e como eu não quero ser de jeito nenhum. Acho importante a gente valorizar a si mesmo, mas acho mais importante ainda a gente ter consideração com o próximo.

Avaliar-se e ponderar sobre suas atitudes é crescimento pessoal e demonstração de inteligência. Síndrome de Gabriela (eu nasci assim, eu cresci assim, vou ser sempre assim) já está ultrapassado e muito. Pois uma antiga publicidade já dizia: Eu não tenho vergonha de mudar de ideia, porque eu não tenho vergonha de pensar.

Identifico em mim hoje, atitudes que não quero ter na vida adiante, e me policio para manter esse posicionamento.

A vida é preciosa, um verdadeiro presente. Cada dia mais eu percebo o quanto é importante o caminho e não o objetivo. Aprender sempre.

Um novo sonho pra sonhar

Há 5 anos eu entrei no mundo empreendedor. Abri um bar. Não era um sonho meu, não era minha paixão. O barco naufragou e com ele muitas outras coisas na minha vida. E de um saco cheio de propostas, criei uma infinidade de possibilidades na minha vida. Virei dona de Brechó.

Na CBO (Classificação Brasileira de Ocupações) não existe este termo: Brecholeira, Brechonista, Brecholista, mas conheço muitas! Pessoas que como eu, buscam se profissionalizar numa atividade que não é novidade, mas ainda não existe. Mas eu estudei, fiz cursos, marketing digital, fotografia, gestão, Finanças, moda… São tantos conhecimentos que podem exigir uma administração que você pode até desdenhar, mas me engrandeceu. Me sinto qualificada, para começar uma nova empreitada.

Aprendendo sempre, é claro! Então, estou aprendendo a ser técnica numa atividade que conheço de ofício. Bem vindos ao Ponto Cheio Ateliê de Costura!atelier-ponto-cheio

Aqui eu pretendo tecer meu futuro, e desenvolver meus sonhos e das pessoas. Dar vazão a tantas coisas que eu planejo ao longo dos anos, me espelhando em pessoas e empresas que admiro, guardando anotações, e traçando moldes. Ainda estou num longo caminho de aprendizado, onde só se alcança a perfeição com muita prática, mas pretendo conseguir com muito trabalho!

Agradeço muito à minha mãe, minha parceira de trabalho que me deu a primeira agulha e linha na mão aos 5 anos. Obrigada!

#moda #costura #slowfashion #ajustes #feitopormim